Análise hidrossedimentológica em ambiente SIG usando o modelo SWAT

Richarde Marques da Silva, Isabella de Carvalho Medeiros

Resumen


A utilização de modelos de predição chuva-vazão-erosão acoplados a Sistemas de Informações Geográficas (SIG) são importantes ferramentas para a gestão dos recursos hídricos. Neste sentido, este trabalho analisou a variabilidade espacial e temporal do escoamento superficial e da produção de sedimentos usando o modelo hidrossedimentológico Soil and Water Assessment Tool (SWAT) em ambiente SIG. Este estudo foi realizado na Bacia Experimental de São João do Cariri, localizada na porção semiárida do Estado da Paraíba, Brasil. Para a realização deste trabalho foram utilizados dados climatológicos, chuva, escoamento superficial e produção de sedimentos diários para o período de 2004 a 2006, mapa de uso e ocupação do solo obtido a partir de imagens do satélite IKONOS, mapa digital de elevação com resolução espacial de 30 m e mapa dos tipos de solo da bacia. Os resultados obtidos demonstraram a eficácia do modelo para a análise da produção de sedimentos e vazão, obtendo-se valores de Coeficiente de Correlação Linear de Pearson (R²) de 0,84 e 0,88 e Coeficiente de Nash-Sutcliffe (COE) de -0,32 e 0,77 para produção de sedimentos e escoamento superficial, respectivamente. Conclui-se que o modelo SWAT acoplado ao SIG é uma ferramenta poderosa na análise do comportamento temporal e espacial dos processos hidrossedimentológicos.

Palabras clave


SIG, modelo hidrossedimentológico, erosão

Texto completo:

PDF


Licencia Creative Commons

Esta obra está bajo una Licencia Creative Commons Atribución-NoComercial-SinDerivar 4.0 Internacional.


GeoFocus es la revista del Grupo de Tecnologías de la Información Geográfica de la Asociación de Geógrafos Españoles. Recibe soporte institucional y técnico de RedIRIS (Red Española de I+D soportada por el Gobierno de España), de la FECYT (Fundación Española para la Ciencia y la Tecnología) y Grumets (Grupo de Investigación Métodos y Aplicaciones en Teledetección y Sistemas de Información Geográfica).