GEOTECNOLOGIAS, CARTOGRAFIA DIGITAL E GEOPROCESSAMENTO APLICADOS AO ENSINO DE GEOGRAFIA E DISCIPLINAS AFINS: UMA EXPERIÊNCIA DE EXTENSÃO NO SEMIÁRIDO CEARENSE

Emilio Tarlis Mendes Pontes, Gabriel Silva Campos, Alessandro Bezerra de Carvalho

Resumen


O advento das inovações tecnológicas tornou imperativo que Instituições de ensino se coadunassem com as evoluções que impactam o cotidiano pós-moderno. É perceptível o aperfeiçoamento dos recursos didáticos empregados pelos pesquisadores em suas atividades: ferramentas utilizadas são avanços que adentraram nas escolas facilitando a prática do ensino/pesquisa. Destarte, são necessárias outras metodologias complementando o ofício de forma qualificada e instrutiva. Para tanto, é preciso ter laboratórios de informática constantemente atualizados e acessíveis. Outro motivo é a falta de formação no manuseio de Sistemas de Informação Geográfica, sites, programas computacionais, GPS e softwares afins, que processam, cotejam, armazenam e geram produtos finais. Assim, foi realizado um projeto de extensão no Instituto Federal do Ceará, campus Crateús, em 2016. O presente artigo é oriundo desta experiência e discute seus êxitos, replicabilidade e desafios.

Palabras clave


Geografía; Geotecnología;Geoprocesamiento; SIG

Texto completo:

PDF

Referencias


Andrade, A., & Medina, S. (2007). O uso de imagens de satélite do Google Earth como recurso didático para o ensino de projeções de coberturas. Apresentado em VII International Conference on Graphics Engineering for Arts and Design, Curitiba, Paraná. Recuperado de http://www.exatas.ufpr.br/portal/docs_degraf/artigos_graphica/OUSODEIMAGENS.pdf

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio. (2015). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Recuperado 16 de março de 2017, de http://www.ibge.gov.br/estadosat/temas.php?sigla=ce&tema=pnad_internet_celular_2015

Carvalho, A. (2016). Geotecnologias aplicadas ao ensino de geografia na escola José Aloísio na cidade de Ipueiras – CE (Monografia de graduação em Geografia). Universidade Estadual Vale do Acaraú, Sobral.

Cavalcante, M. (2011). As Geotecnologias no ensino da Geografia no século XXI. Saber Acadêmico, 12, p.39

Paiva, I. (2015). A utilização das Geotecnologias como recurso didático no ensino-aprendizagem de Geografia (Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação)). Universidade Vale do Acaraú, Sobral.

Pontes, E., (2009). Uso do geoprocessamento no diagnóstico e espacialização dos recursos hídricos do município de Afogados da Ingazeira - PE (Monografia de Pós-graduação). Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza.

Machado, C., & Saussen, T. (2004). A Geografia na sala de aula: informática, sensoriamento remoto e sistemas de informações geográficas – recursos didáticos para o estudo do espaço geográfico. Apresentado em 4a Jornada de Educação em Sensoriamento Remoto no Âmbito do Mercosul, São Leopoldo. Recuperado de http://bibdigital.sid.inpe.br/rep-/ltid.inpe.br/sbsr/2004/11.19.21.46

Santos, M. (2009). A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção (4. ed., 5. reimpr). São Paulo, SP: Edusp, Ed. da Univ. de São Paulo.

Santos, M. (1993). Globalização e Território. Apresentado em 10 anos da pos-graduação em geografia da UFS, Aracajú.

Silva, F. (2015). Google Earth: uma experiência no colégio de tempo integral Maria de Lourdes Vasconcelos (Monografia de graduação em Geografia). Universidade Estadual Vale do Acaraú, Sobral.

Silva, R. (2015). O uso de geotecnologias no suporte metodológico para compreensão do lugar nas aulas de geografia na Escola de Ensino Médio Raimundo da Cunha Brito em Graça – CE (Monografia de graduação em Geografia). Universidade Estadual Vale do Acaraú, Sobral.

Silva, A., & Chaves, J. (2011). Utilização do Google Maps e Google Earth no ensino médio: estudo de caso no Colégio Estadual da Polícia Militar-Diva Portela em Feira de Santana-BA (p. 3220–3226). Apresentado em Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto (SBSR), Curitiba, Paraná. Recuperado de http://www.dsr.inpe.br/sbsr2011/files/p1657.pdf

Rosa, R. (2011). Geotecnologias na Geografia aplicada. Revista do Departamento de Geografia, 16, 81–90. https://doi.org/http://dx.doi.org/10.7154/RDG.2005.0016.0009

Rosa, R., & Brito, J. (1996). Introdução ao Geoprocessamento: Sistemas de informações Geográficas (Universidade Federal de Uberlândia, Vol. 1). Uberlândia. Recuperado de http://professor.ufabc.edu.br/~flavia.feitosa/cursos/geo2016/AULA5-ELEMENTOSMAPA/Apostila_Geop_rrosa.pdf




DOI: http://dx.doi.org/10.21138/GF.570

Licencia Creative Commons

Esta obra está bajo una Licencia Creative Commons Atribución-NoComercial-SinDerivar 4.0 Internacional.


GeoFocus es la revista del Grupo de Tecnologías de la Información Geográfica de la Asociación de Geógrafos Españoles. Recibe soporte institucional y técnico de RedIRIS (Red Española de I+D soportada por el Gobierno de España), de la FECYT (Fundación Española para la Ciencia y la Tecnología) y Grumets (Grupo de Investigación Métodos y Aplicaciones en Teledetección y Sistemas de Información Geográfica).